Impala 1964



História


O Impala foi lançado em 1958, como a configuração de acabamento Top de linha da Chevrolet, rebaixando o Belair à posição intermediária de acabamento. O Belair, por sua vez, era o nome da versão Hard Top Coupe (falso conversível) dos Chevrolets fabricados de 1950 até 1952. Em 1953, tornou-se o nome da versão de acabamento Top de Linha da Chevrolet, que ainda contava com o 1-50 e o 2-10, respectivamente, a entrada e intermediária. Com o lançamento do Impala, em 1958, a Chevrolet extinguiu os modelos 2-10 e 1-50, criando o Biscayne e o Impala. Com isto, o Belair tornou-se o acabamento intermediário, enquanto o Biscayne era o modelo de entrada. Eles apenas se diferenciavam por detalhes, tais quais frisos, motorização, pintura e emblemas, mas a carroceria era a mesma - exceção ao Conversível, que era apenas o Impala. Havia, outrossim, o modelo Del Ray disponível para a linha 1958.



O Impala de 1964 se caracteriza pelo design sóbrio e foi o último dos clássicos do modelo lançado em 1958. O sedã, que mais se assemelha a uma imensa banheira, entrou na década de 1960 como o automóvel mais vendido dos EUA e em 1965 bateu o recorde da indústria automobilística americana, com um milhão de unidades vendidas. Entre 1960 e 1969, vendeu 7,8 milhões de unidades, mas perdeu espaço para carros menores, que visavam competir com os menos extravagantes europeus. O sucesso do modelo tornou-o um dos reis da miniatura.



O Impala foi substituído como top de linha pelo Caprice, mas continou em produção até 1974, como modelo intermediário dentre os os Chevrolets grandes.

Fonte : http://pt.wikipedia.org/wiki/Chevrolet_Impala
Acessado em : 06/11/2009